Escola Bíblica de Férias

A História de Davi


Há muito tempo atrás, num país muito distante do nosso, chamado Israel, havia um rapazinho chamado Davi.

Eu não sei a idade dele, mas imagino que ele era bem novinho e mesmo sendo novinho, ele já trabalhava. Sabe o que ele fazia?

Ele era pastor de ovelhinhas.

Todo o dia, de manhã bem cedinho, ele acordava e ia trabalhar. Ele levava as ovelhinhas para beberem água no riacho e comerem graminhas bem verdinhas.

Ele estava sempre alerta para evitar que algum bicho atacasse suas ovelhinhas, porque ele tinha um carinho muito especial por elas.

Nos momentos mais tranqüilos, Davi tocava sua harpa. As ovelhas ficavam calmas. E assim Davi tocava, tocava e tocava. Era tão bonito! As pessoas que passavam nas redondezas ouviam a música e ficavam admirados. Era uma música muito bonita.

Sabe... nessas horas, Davi olhava para natureza e via as coisas que Deus fez e tocava lindas canções e escrevia lindos poemas pensando em Deus – Esses poemas se chamam Salmos... é... são alguns dos Salmos que estão lá no meio da Bíblia. Foi assim que Davi cultivou uma amizade com Deus.

Daí... a música dele ficou conhecida por algumas pessoas da sua cidade.

Um dia, o rei Saul estava muito nervoso e seus empregados sugeriram que chamasse alguém que tocasse bem algum instrumento para acalmar os ânimos do rei.

Adivinhe quem foi chamado?

É... o próprio – Davi.

E ele tocou bonito para o rei e assim... quando o rei ficava nervoso e irritado, Davi tocava a sua harpa e o rei ficava calminho, calminho. O rei gostou tanto, que até convidou Davi para ser escudeiro dele.

Mas... mesmo assim, Davi ainda cuidava das suas ovelhas nas horas vagas.

Um dia, teve uma guerra muito terrível e os irmãos de Davi foram para ela. Davi não foi porque era muito jovem, mas o pai de Davi pediu para que ele fosse até o local da guerra, levar alimentos para os seus irmãos.

Davi foi.

Chegando lá, viu que os soldados estavam preocupados. No exército inimigo havia um inimigo muito poderoso. Ele era um gigante e o nome dele era Golias. Ele desafiava e xingava os soldados, chamando um que pudesse lutar com ele.

Os soldados de Israel estavam com medo, inclusive os irmãos de Davi.

Davi não ficou com medo do gigante e foi pedir autorização ao rei Saul para lutar com Golias. O rei não teve outra opção, senão autorizar o moço Davi a lutar com o gigante, dando a ele roupas de guerra (escudo/armadura).

Davi pôs aquelas roupas.... xiiiiiii... mas não teve jeito. Ele não conseguia se equilibrar com aquilo. Aquelas roupas mais atrapalhavam do que ajudavam.

Decidiu tirar aquelas roupas de guerra e ir lutar do seu jeito, ou seja, CONFIANDO QUE SEU AMIGO DEUS IRIA LHE DAR A VITÓRIA.

Ele foi até o riacho, pegou 5 pedrinhas e uma funda e foi.

O gigante, ao ver a Davi, começou a rir e a caçoar dele dizendo:

- Você tá pensando que eu sou cachorro, para vir lutar comigo com pedras e paus? Você vai ver só o que vai te acontecer... vou fazer picadinho de Davi.

Davi não se intimidou e disse:

- Olhe, senhor gigante, você pode vir lutar comigo com a sua espada e a sua lança, mas eu vou lutar COM A AJUDA DE ALGUÉM QUE É MAIOR QUE VOCÊ - QUE É DEUS.

Davi pegou a sua pedrinha, colocou na funda e girou, girou, girou e vupt!

A pedrinha voou, voou, voou e PIMBA!

Bem na testa do gigante Golias, que caiu e morreu.

E foi assim que Davi confiou em Deus e foi vitorioso.

Na nossa vida, temos probleminhas, problemas e problemões. Alguns deles, são como gigantes. Mas Deus quer que a gente, como Davi, tenha uma amizade com Ele, confie Nele e Ele nos ajuda a vencer esses desses problemas. Confie em Deus!